Plano de Recuperação e Resiliência

Internacionalização Via E-Commerce

Qual o objetivo deste aviso?

O objetivo deste concurso consiste em conceder apoios a projetos individuais de PME que, suportados em Planos Detalhados de E-commerce Internacional, visem a concretização de estratégias de internacionalização digital baseadas na implementação de tecnologias e processos associados às tecnologias digitais.

Quem são os beneficiários?

São elegíveis as PME, de qualquer natureza ou sob qualquer forma jurídica.

Qual a área geográfica do Aviso?

Todo o território nacional, incluindo as regiões autónomas da Madeira e dos Açores.

Quais os critérios de elegibilidade dos beneficiários finais?

  • Estar legalmente constituído;
  • Ter a situação tributária e contributiva regularizada perante, respetivamente, a administração fiscal e a segurança social, a verificar até ao momento da assinatura do termo de aceitação;
  • Poder legalmente desenvolver as atividades no território abrangido pela tipologia das operações e dos investimentos a que se candidata, incluindo o cumprimento da legislação ambiental aplicável a nível da UE e nacional;
  • Possuir, ou poder assegurar até à aprovação da candidatura, os meios técnicos, físicos e financeiros e os recursos humanos necessários ao desenvolvimento da operação;
  • Demonstrar ter capacidade de financiamento do projeto;
  • Ter a situação regularizada em matéria de reposições, no âmbito de financiamentos dos Fundos Europeus;
  • Dispor de contabilidade organizada nos termos da legislação aplicável;

E os critérios de elegibilidade dos projetos?

  • Enquadrar -se nos objetivos e prioridades definidos nos respetivos;
  • Ter data de início dos trabalhos após a data do pedido de auxílio ou da candidatura;
  • Demonstrar viabilidade económico-financeira;
  • Cumprir o princípio do DNSH;
  • Apresentar uma matriz de risco, com avaliação detalhada dos riscos de segurança e cibersegurança, bem como as respetivas medidas de mitigação;
  • Obter uma pontuação superior a 20 pontos no Diagnóstico E-commerce;
  • O Plano E-commerce Internacional deve obedecer à estrutura e aos termos de referência definidos no Anexo I do aviso de concurso. As candidaturas que não demonstrem o alinhamento do plano de investimentos proposto com o Plano de E-commerce Internacional obtêm uma decisão desfavorável.

Que tipologias de projetos estão previstas e que pontuações mínimas devem obter?

  • “Novas Exportadoras” – com uma pontuação igual ou superior a 20 pontos e inferior a 75 pontos no Diagnóstico E-commerce;
  • “Mais Mercados” – com uma pontuação igual ou superior a 75 pontos no Diagnóstico E-commerce.

Quais os montantes de despesa elegível?

  • Entre 10.000€ e 25.000€ para projetos enquadrados na tipologia “Novas Exportadoras”;
  • Entre 25.000€ e 85.000€ para projetos enquadrados na tipologia “Mais Mercados”.

Que tipos de despesa são elegíveis?

  1. Aquisição de equipamentos e software
  2.  As despesas relacionadas com a aquisição de serviços a terceiros relativas a:
    • Desenho e implementação de estratégias aplicadas a canais digitais para gestão de mercados, canais, produtos ou segmentos de cliente;
    • User-Centered Design (UX): desenho, implementação e otimização de estratégias digitais centradas na experiência do cliente que maximizem a respetiva atração, interação e conversão;
    • Desenho, implementação, otimização de plataformas de Web Content Management (WCM), Campaign Management, Customer Relationship Management e E-commerce;
    • Criação de lojas próprias online, inscrição e otimização da presença em marketplaces eletrónicos, incluindo despesas de subscrição e fees de adesão durante o período de execução do projeto;
    • Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Advertising (SEA): melhoria da presença e ranking dos sítios de comércio eletrónico nos resultados da pesquisa, em motores de busca, por palavras-chave relevantes para a notoriedade e tráfego de cada sítio;
    • Social Media Marketing: Desenho, implementação e otimização da presença e interação com clientes via redes sociais;
    • Content Marketing: criação e distribuição de conteúdos digitais (texto curto, texto longo, imagens, animações ou vídeos) dirigidos a captar a atenção e atrair os clientes-alvo para as ofertas comercializadas pela empresa;
    • Display Advertising: colocação de anúncios à oferta da empresa em sítios de terceiros, incluindo páginas de resultados de motor de busca;
    • Mobile Marketing: tradução das estratégias inscritas nos pontos anteriores para visualização e interação de clientes em dispositivos móveis, nomeadamente smartphones e tablets;
    • Business Inteligence e Web Analytics: recolha, tratamento, análise e visualização de grandes volumes de dados gerados a partir da navegação e interação de clientes em ambiente digital por forma a identificar padrões, correlações e conhecimento relevante que robusteçam os processos de gestão e tomada de decisão.
  3. Custos com pessoal técnico diretamente afeto à implementação do projeto, devendo ser evidenciadas as competências/valências em e-commerce e marketing digital e corresponder a um nível mínimo de qualificação VI (QNQ).

Qual a taxa de financiamento?

Os apoios a conceder reveste a forma de incentivo não reembolsável (fundo perdido), a taxa de 50%.

Qual a data-limite para apresentação de candidatura?

A apresentação de candidaturas manter-se-á aberto até à receção do número de candidaturas que esgotem a dotação orçamental prevista para esse concurso.

Fale connosco

Para dúvidas e esclarecimentos, contacte-nos por email, telefone ou marque uma reunião por videoconferência, sem qualquer custo ou compromisso:

consultoria@aip.pt
213 601 020

Scroll to Top

Obrigado pelo seu contacto

Iremos responder-lhe tão breve quanto possível.

Setores Elegíveis

> Pesca / aquicultura (desenvolvimento de produtos e tecnologias inovadoras no setor da pesca / piscicultura)
> Indústria de transformação do pescado
> Portos comerciais
> Setor de energia renovável oceânica
> Indústria marítima, incluindo tecnologias inovadoras de transporte marítimo
> Digitalização marítima
> Infraestruturas offshore e/ou nearshore
> Robótica relacionada com tecnologias marinhas e marítimas
> Tecnologias para recursos do mar profundo e mapeamento
> Construção naval e transporte marítimo (desenvolvimento de produtos e tecnologias inovadoras)
> Biotecnologia Azul
> Turismo náutico
> Atividades de monitorização ambiental e vigilância marítima
> Atividades económicas baseadas no sequestro de carbono através da reflorestação de algas

O QMSiTech é um software de gestão da qualidade desenvolvido pela Ambidata iTech. Todos os processos da qualidade são geridos de forma automática e sem recurso a papel. Uma solução cloud em regime SaS, chave na mão. QMSiTech – qualidade digital simples, rápida e fácil de utilizar!

Fale com a QMSiTech

A Seidor é uma consultora tecnológica, SAP Plantinum Partner, que disponibiliza um vasto portefólio de soluções e serviços: consultoria, implementação, desenvolvimento e manutenção de aplicações e infraestrutura e serviços de outsourcing. Presta serviço a mais de 8.500 clientes nos 5 continente sendo parceira e fundadora da rede United-VARs.

Fale com a Seidor

A PEOPLE FOR PEOPLE surgiu para dar resposta a uma necessidade atual do mercado na área de gestão do Capital Humano: Aumentar a flexibilidade dos recursos humanos com ferramentas tecnológicas inovadoras que otimizam processos para que se possam focar naquilo que realmente importa, as suas PESSOAS.

Fale com a PEOPLE FOR PEOPLE

A Agenda Urbana é uma empresa dedicada aos estudos, projetos e consultoria na área do território, planeamento estratégico, desenvolvimento regional e urbano, habitação, reabilitação urbana, estudos de impacte ambiental, avaliações ambientais estratégicos e projetos de arquitetura e engenharia.

Fale com a Agenda Urbana